Uma Lição do Hinduísmo para a Sua Vida

Que!? Um cristão falando sobre o hinduísmo?

Se você já leu meu post Por Que Eu Deixei de Ser Ateu, então sabe que sou cristão. Mas hoje te convido a conhecer uma brilhante abordagem filosófica do hinduísmo – a religião mais antiga do mundo – sobre o universo em que vivemos. Quero deixar claro que sou a favor do amor e do respeito entre as pessoas e as religiões pois, ao meu ver, estão todas buscando compreender A Verdade. E falando sobre A Verdade, aqui vai uma pequena fração dela:

Cada acontecimento não é um fato isolado,mas sim uma reação em cadeia. Cada palavra que você diz, cada interação com outra pessoa, cada pequena escolha. Nada passa sem causar um efeito, que por sua vez será a causa de um outro efeito… E assim por diante, no chamado Efeito Borboleta.

O universo possui uma mecânica de interconexão, onde todas as partes estão intimamente relacionadas entre si. Para uma representação ilustrativa desse conceito, veja a metáfora que o hinduísmo chama de “A Teia de Indra“. Aliás, para ser mais preciso, a explicação a seguir foi desenvolvida pelo budismo no sutra Avatamsaka. Mas o conceito original foi apresentado pelo hinduísmo.

A Teia de Indra

Imagine que, suspensa no vácuo do espaço, há uma teia que se estende infinitamente em todas as direções. Em cada um dos “nós” dessa teia existe uma jóia preciosa. Como existem infinitos nós, então também é infinito o número de jóias.

Agora imagine que essas jóias são tão perfeitamente polidas que, ao observar uma delas de perto, você consegue enxergar o reflexo de todas as outras jóias. E não apenas isso, mas cada uma dessas jóias no reflexo também reflete todas as outras jóias, criando assim uma sequência infinita de reflexos.

Eu sou uma dessas jóias. Você é outra. Cada ser vivo, cada objeto, cada acontecimento é uma dessas jóias – não importa quão grande ou pequeno possa lhe parecer no momento. E, se você observar bem de perto, vai conseguir enxergar em cada situação o reflexo de tudo o que existe no universo.

Ao mesmo tempo, basta a menor mudança em qualquer uma dessas jóias para que o universo inteiro seja transformado imediatamente.

Você talvez se veja como um grão de poeira insignificante, mas mesmo o menor dos grãos de poeira carrega em si o reflexo de todo o resto do universo – sendo ao mesmo tempo uma consequência de tudo o que já aconteceu até este momento, e também a causa de tudo o que acontecerá daqui para frente.

Esse é seu poder, e também sua responsabilidade.

Para terminar esse curto – mas profundo – post, deixo uma citação fantástica de um dos melhores filmes que já assisti: A Viagem (Cloud Atlas).

“Nossas vidas não são somente nossas. Do útero ao túmulo estamos ligados a outras pessoas. No passado e no presente. E por cada crime e cada ato de bondade, estamos fazendo nascer nosso futuro.” – Sonmi-451

3 comentários sobre “Uma Lição do Hinduísmo para a Sua Vida

  1. Belo artigo!
    A origem da Tela de Indra é do livro Avatamsaka sutra e retrata perfeitamente a essência da mensagem. Estamos todos interligados.

    1. Muito bem observado, Alisson!

      Atualizei a informação no post 🙂

      Grande abraço, volte sempre.

Os comentários estão desativados.